Marianne Rendón escalada para dar vida a Susan Atkins em projeto de Mary Harron, Charlie Says

Marianne Rendón está escalada para outro projeto com o britânico Matt Smith, desta vez Charlie Says, uma cinebiografia (anteriormente denominada como: ‘The Family’) que é inspirada em dois livros: ‘The Family’ de Ed Sanders (1971) e ‘The Long Prison Journey Of Leslie Van Houten’ de Karlene Faith (2001), que retrata a história do assassino Charles Manson, onde Rendón dará vida a Susan Atkins.

Este filme que ainda não tem data de estreia definida será apresentado no iminente Festival de Berlim, este mês, e será escrito por Guinevere Turner e realizado por Mary Harron, a autora de outro filme sobre um serial-killerPsicopata Americano e embora seja baptizado com o nome do homicida, este retratará o caso de três mulheres (Susan Atkins, Patricia Krenwinkel e Leslie Van Houten) condenadas à morte após o famoso caso de Manson, quando a pena de morte é retirada e elas encaram a vida na prisão e recebem visitas de uma jovem universitária que é encarregada da educação das mulheres, através dela, o filme mostra as transformações em suas vidas quando encaram a realidade dos crimes que cometeram. 

Além de Smith e Marianne, outros atores estarão no elenco, tais como Carla Gugino, Merritt Wever, Suki Waterhouse, Hannah Murray, Kayli Carter e Odessa Young.
Por fim, a produção do filme está encarregue da Roxwell Films e ocorrerá na primavera norte-americana (ou seja aqui no Brasil, seria o outono, de março a junho) em Los Angeles, CA.


Fonte: The Wrap: “Matt Smith To Play Charles Manson In ‘Charlie Says’ From ‘American Psycho’ Director” | Tradução e Adaptação: Imposters Brasil e (C7nema)