Inbar Lavi e Paul Adelstein estampam a capa da ediçao de Fevereiro da Real Style

Inbar Lavi é a mais nova capa de Fevereiro da Real Style, a edição em questão traz uma exclusiva com a atriz e ainda conta com um artigo sobre Paul Adelstein, o criador, produtor e roteirista de Imposters.


Apresentando inbar lavi

De lavar pratos em Israel para atriz principal de uma série em Hollywood. Quando ouvimos a voz doce de Inbar Lavi pelo telefone em Los Angeles, detectamos um pequeno sotaque israelense e claro, isso não nos surpreende. Aos 31 anos, a protagonista de Imposters passou quase metade de sua vida nos Estados Unidos. Lavi vem da região de Ramat Gan, que fica a oeste de Tel Aviv, em Israel. Ela deixou o lar um pouco antes de completar 17 anos. Agora, Janeiro de 2018, Inbar Lavi está estrelando como Maddie, na série de comédia negra Imposters, que retorna com a emissora Bravo para uma segunda temporada nesta primavera.

Mas o que fez Inbar Lavi sair de sua cidade natal para se aventurar nas luzes das câmeras de Hollywood? A estrela ri enquanto reflete sobre sua jornada. Sua viagem, a qual foi complicada, foi um avião de Israel direto para Hollywood. Seu primeiro objetivo foi ir atrás de seu lendário sonho americano: “O estereótipo de Nova York estava preso em minha cabeça. Era onde eu me via quando me imaginava fazendo algo”, ela conta.
Olhando para trás, Lavi está impressionada com sua audácia em uma idade tão jovem: “Foi tão desafiador, assustador e emocionante. Não sei se eu teria a coragem de fazer esse tipo de coisa agora que sou mais velha. Naquela época, eu tinha mais fé e por isso vim até aqui”, ela acredita.
Inbar descobriu sua paixão pela atuação depois de estudar balé e dança contemporânea em casa: “Eu tenho um grande espaço para a dança em meu coração. Ela me ensinou tudo o que sei sobre desempenho no palco, disciplina e técnica. Isso me ensinou muito fisicamente e ainda a uso quando estou atuando meus personagens. A dança só não ultrapassa o amor que sinto pelo cinema e TV”, ela revela.
Falando sobre amor, Inbar Lavi está apaixonada pelo seu papel em Imposters, Maddie, ela se identifica muito com ela e com seus álter egos, embora Lavi seja muito honesta e não tenha se casado com vários homens, há muitas semelhanças: “Sempre me sinto atraída por personagens que tenho alguma dificuldade para interpretar logo de cara. Por um lado, Maddie tem um desejo enorme por escapar, mas por outro lado, ela quer desesperadamente ficar. Eu fiquei muito interessada nesse conflito, e eu me relaciono muito com isso, assim como muitas pessoas na vida”, explica ela.
Para uma pessoa que afirma amar a ideia de escapar, Inbarparece ter encontrado seu lugar em Los Angeles, mas não esqueceu quem ela é, e de onde veio. A atriz possui muito orgulho de seu patrimônio cultural e cita a atriz Natalie Portman como exemplo para ela, nos últimos anos, Hollywood viu um grande fluxo de atrizes do mesmo país de origem de Inbar Lavi, que inclui Gal Gadot: “É inspirador. É uma imagem tão forte que me deixa muito orgulhosa e essa é a recompensa de um trabalho muito duro”.
A comédia é um de seus gêneros preferidos e diz que adoraria atuar com a estrela da comédia, Steve Carell. Inbar estrelou na série da MTV chamada Underemployed como Ravina, que é mãe e sonha em ser cantora e depois no drama da emissora TNT em The Last Ship com um papel de um membro da Marina dos Estados Unidos.
Assim como nas telas, Inbar acredita no empoderamento feminino: “Assim como nas séries que fiz, as mulheres fortes existem, todas essas mulheres que fiz possuem qualidades fortes e sensíveis, assim como nós mulheres na vida real”.
Inbar não consegue esconder seu lado sensível quando perguntamos sobre sua família: “Eu vou para lá o tempo todo. Tento ir o máximo que posso. Minha mãe veio para cá mesmo sendo um vôo tão longo e cansativo, mas vale a pena”.
A atriz também afirma ter uma relação de amor e ódio com as redes sociais, apesar de estar sempre de olho e fazer um nome para si mesmo em Hollywood, há uma parte de Lavi que permance forte à suas raízes: “Meus familiares me inspiram na forma que me visto também. Quando fui para Marrocos, comprei vários tecidos que minha vó pendurava pela casa e costurei para usá-los. É a mesma coisa quando vou para o Mercado de Pulgas em Israel. Adoro essa ideia de reciclagem que temos em Israel”.
Lavi visitou Marrocos recentemente, onde ela estava filmando a série Prision Break, que vai ao ar na emissora FOX: “Isso me reconectou com minhas raízes. Foi o presente mais bonito que um trabalho já me deu”, revela ela.
Sobre o Dia dos Namorados, perguntamos como ela planeja passar a ocasião: “Para mim, 14 de Fevereiro é um dia para comemorar todos os tipos de amor: O romântico, familiar e o amor próprio”.
Terminamos perguntando o que ela admirava nas pessoas e ela nos respondeu: “Minhas amigas e irmãs são bagunceiras. Minha mãe é o dobro de bagunceira. E é isso que amo nelas. Acho que nossas falhas são o que nos torna belos”.

A atriz fechou a capa e o recheio da edição de Fevereiro da Real Style, vestida pela editora de moda da revista Adena Rohatiner, maquiada por Elie Maalouf e com o cabelo feito por Michael Kanyon. 

O ELENCO | THE CAST > INBAR LAVI > ENSAIOS FOTOGRÁFICOS | PHOTOSHOOTS > 2018 > REAL STYLE – (GILLES TOUCAS)

  


A revista também conta com um breve artigo acerca de Paul Adelstein, um dos criadores, produtores e roteiristas de Imposters, onde conheçemos um pouco mais sobre o seu trabalho e o papel desempenhado por ele na segunda temporada do seriado.


Apresentando paul adelstein

Com sua última série, Paul Adelstein vai para os bastidores, como escritor da nova série de comédia da emissora Bravo, Imposters. Você pode conhecer Paul Adelstein por seus papéis em Prison Break e Scandal, mas o ator de 48 anos tem um novo papel nos bastidores como showrunner. Adelstein é o co-criador da série de comédia negra Imposters, que retorna esta primavera na Bravo para a sua segunda temporada. Ele estará no seriado como Shelly Cohen, ex-marido de Lenny Cohen, interpretada por Uma Thurman. Vestido com ternos requintados e estrelando ao lado de nossa capa glamourosa, Inbar Lavi, Adelstein, nascido em Chicago, está lançando novos caminhos com Imposters. Nós conversamos com o ator sobre a vida como um showrunner, sua inspiração para as histórias e sobre o seu nova série.

  • O que você faz como showrunner?

Um showrunner geralmente tem uma posição de escrita, uma posição de roteirista principal, mas, eu estou no comando da produção. Faço um pouco de tudo. Desde de escrever a série, lançar, supervisionar o foco dela, dirigir até editar e colocar o seriado no ar. Nós também somos co-criadores. Eu sou um ator, principalmente. Eu não estive na série no ano passado, mas eu estou este ano, na segunda temporada.

  • Qual parte você gosta mais?

Eu comecei sendo ator, e aí vieram com escrita e direção. Se você está interessado e passa muito tempo em um ambiente cinematográfico, você começa a fazer perguntas e demonstrar curiosidade. Foi assim que comecei a aprender e fazer essas coisas. Quando trabalhei com Adam Brooks, ele estava dirigindo o piloto de Girlfriends’ Guide To Divorce. A Universal veio com uma ideia conjunta e aí começamos. Fizemos a primeira temporada de Imposters e agora a segunda… O legal de ser diretor, é que você é responsável pelo seus e pelo erro dos outros. Há vantagens e desvantagens, mas Adam é um grande parceiro e temos a mesma visão e estamos aguentando passar por todos os tipos de desafios.

  • Conte-nos sobre o seu personagem na série Imposters.

Meu nome é Shelly Cohen e sou meio que um consertador, significa que quando as coisas dão errado com os vigaristas, o grande chefe envia o Shelly e a Lenny Cohen para consertar as coisas.

  • Inbar Lavi está fazendo uma personagem na qual podemos relacionar com a vida real, é algo bem interessante.

Obviamente, essa é uma versão extrema do que todos estão fazendo em suas próprias vidas. Principalmente, falando sobre mídias sociais e a internet. Agora você pode inventar uma pessoa que você apresenta ao mundo o tempo todo. Existe uma versão mais sofisticada de inventar coisas e personalidades. Somos uma personalidade; Nós somos invenções, até um certo ponto. O personagem de Inbar é tão bom em ser essas pessoas diferentes: o que acontece quando você realmente se apaixona, então? Você quer saber se está se enganando? Quando ela se apaixona por Patrick na primeira temporada, há esta questão de: “Estou no trabalho ou estou realmente fazendo isso fora do trabalho?” A segunda temporada explora isso um pouco. Você vê Ezra e os outros dois, Richard e Jules. Eles se tornam bons nisso. É emocionante no início, mas depois vem com consequências. Se você se vê como um vigarista em um determinado nível elevado, o que isso faz com você?

  • Como você inventou a história?

Quando você tem um grupo inteligente, criativo e desafiador em uma sala, é fácil.

  • Você criou uma história super criativa!

Uma das grandes coisas sobre trabalhar com Adam, que vem do mundo das funcionalidades, é que pensamos que há um grande número de pessoas que irão perguntar: “Sobre o que é isso?” Adam e eu passamos muito tempo falando sobre isso antes de lançarmos o piloto, até mesmo antes do piloto e até antes da segunda temporada. Sabemos que estamos contando uma história sobre uma vigarista, mas sobre o que é realmente? Assim como nossos filmes favoritos, que são sobre identidades, troca de identidades e pessoas que estão fingindo serem outras pessoas. Isso fala sobre identidade, e que você pode conhecer a pessoa que ama e se apaixonar, mas também você pode estar fingindo… Até certo ponto, há algo de bom nisso? Queríamos explorar todas essas coisas, mesmo que estejamos fazendo essa comédia sombria de lado mais leve.

Fonte: Real Style Magazine: February 2018 | Tradução e Adaptação: Imposters Brasil


FOTOS – Scans

O ELENCO | THE CAST > INBAR LAVI > REVISTAS | MAGAZINES > 2018 > REAL STYLE MAGAZINE    FEVEREIRO